Clima organizacional: por que é importante e como melhorá-lo?

Um ambiente com funcionários produtivos, comprometidos com o negócio da empresa e trabalhando em plena harmonia é certamente um dos desejos mais latentes de todo empreendedor.

Acontece que a realidade não é tão simples assim, pois eles são profissionais com objetivos e vivências diferentes, inclusive, pessoais — o que se transforma em um desafio constante para manter um relacionamento saudável dentro do universo corporativo.

A isso chamamos clima organizacional, que nada mais é do que o envolvimento e a percepção emocional de cada indivíduo com a empresa, as lideranças, os colegas e todos os aspectos contribuintes para sua satisfação pessoal e profissional.

O resultado positivo desse cenário depende muito de como a gestão conduz os processos internos e compartilha com todos os profissionais envolvidos. É isso que vamos abordar neste post — como fazer do clima organizacional uma importante e aliada ferramenta motivacional!

Qual é a importância do clima organizacional?

A forma como os funcionários se comportam dentro da empresa, colaborando para o bom andamento das atividades, determina uma boa fatia de sucesso do negócio. Para que essa colaboração seja efetiva e engajada, é necessário que o estado de satisfação de cada colaborador esteja em nível elevado.

Ao gestor, cabe identificar os ruídos da comunicação e das relações interpessoais que interferem e impactam diretamente os resultados. É fundamental compreender e atender aos anseios individuais, onde se localizam os conflitos e como saná-los.

Quando perceber a queda do desempenho mercadológico e problemas internos de relacionamento, não perca tempo esperando que se resolva sozinho.  É provável que o clima organizacional esteja deficiente.

Será necessário implementar estratégias para retomar o foco na produtividade e na rentabilidade — fatores essenciais de sucesso da empresa — e resgatar nos funcionários o sentimento de pertencimento ao negócio, além de identificar incentivos a oferecer para despertar maior interesse e participação.

Selecionamos algumas dicas de como você poderá proporcionar aos funcionários um ambiente competitivo e, ao mesmo tempo, colaborativo e motivador, fazendo com que se unam para caminhar na mesma direção. Tome nota!

Estabeleça metas alcançáveis

O profissional que gosta de desafios não se assusta com os percalços do mercado ou com as ameaças da concorrência. Mas, para desempenhar um trabalho consistente, precisa receber da empresa um apoio condizente com a possibilidade real de conversão.

Para isso, é preciso estabelecer metas que realmente possam ser alcançadas individualmente pelos profissionais e, caso se estenda para uma meta coletiva, institua com a cooperação e o engajamento de todos, tomando o cuidado para que seja uma competição sadia.

Metas muito altas e com grau elevado de conquista tendem a desmotivar os funcionários e causar uma inércia generalizada, já que percebem a impossibilidade do êxito. O clima passa a ser de frustração e desânimo.

Reúna os funcionários e quantifique as metas, salientando o quanto é relevante a união de uma equipe para alcançar os resultados esperados. Identifique a função de cada um dentro do projeto, reforçando que o trabalho complementar favorece as conquistas.

Invista em benefícios

O salário tem importância determinante na vida de qualquer trabalhador. É com ele que se estabelece e mantém um padrão de vida, mas é possível aumentar o grau de satisfação do funcionário por meio de benefícios complementares.

Alguns deles, como cestas básicas, assistência médica e odontológica, vale alimentação, bolsa de estudos, entre outros, podem ser pensados como uma boa tática de fidelização dos funcionários, o que provoca um comportamento de animação e reciprocidade.

Promova treinamentos e capacitação

Monitore o desempenho dos funcionários para saber se está satisfatório e de acordo com o que a empresa precisa para obter resultados. Durante sua avaliação, se perceber a necessidade de lapidar as competências de um colaborador, não hesite em treiná-lo e capacitá-lo.

O treinamento promove maior integração entre os funcionários e permite que troquem informações sobre as dificuldades ou facilidades no dia a dia, o que pode ser muito positivo para auxiliar na padronização do atendimento ao cliente.

Quanto mais treinado estiver um funcionário, melhor será seu posicionamento diante das dificuldades dos colegas — o que colabora para a melhoria de sua performance de venda e atendimento corporativo. Até mesmo as áreas administrativas serão beneficiadas por um movimento de interesses comuns.

Proporcione um ambiente de trabalho adequado

Tenha o cuidado com o ambiente de trabalho, o que inclui o espaço físico e todas as ferramentas para um trabalho adequado. Mantenha o ambiente arejado, limpo e organizado, não se esquecendo dos aspectos ergonômicos — grandes vilões causadores de absenteísmo.

Os funcionários tendem a ficar um tempo prolongado em uma mesma posição e isso pode causar um desconforto físico capaz de interferir em sua produtividade. Invista um pouco mais em cadeiras confortáveis, iluminação apropriada e banheiros próximos, para garantir que todos tenham tratamento igualitário e zeloso por parte da empresa.

Uma outra razão de bem-estar corporativo é aquela paradinha para o café, que permite uma pequena interrupção na rotina para trocar ideias com colegas da empresa. Crie celebrações — aniversários, conquistas, casamentos, nascimentos — e terá uma equipe de cuidados bilaterais.

Você sabe como anda o clima organizacional da sua empresa?

Você já avaliou o desempenho da sua empresa por um ângulo diferente dos números apresentados nos relatórios gerenciais? Já se perguntou qual é a participação efetiva dos funcionários nos resultados?

Se o seu negócio está em alta, com possibilidades de expansão, será importante manter a sintonia de todo o time para continuar em prosperidade. Agora, se você já percebeu que algo não vai bem e que as pessoas não se entendem dentro de um mesmo processo, a comunicação está falha e precisa de ajustes.

Para detectar qualquer falha nos relacionamentos, a pesquisa de clima organizacional é um excelente instrumento de medicação que aponta as deficiências e também as melhores práticas corretivas. Os questionários são o meio mais utilizado pelas empresas e mensuram alguns quesitos básicos:

  • o relacionamento com os líderes imediatos e colegas está satisfatório?;
  • os benefícios oferecidos atendem às expectativas?;
  • a remuneração está condizente com as atividades executadas?;
  • o funcionário está pessoalmente satisfeito com o trabalho, a carreira  e as condições que a empresa oferece?.

O cruzamento das informações na compilação das respostas aponta se há mesmo gargalos e, imediatamente, o gestor, com a autonomia que sua função permite, terá embasamento suficiente para tomar as providências cabíveis.

Você percebeu que o clima organizacional é um divisor de águas dentro da organização, e que a gestão de pessoas é fundamental no apontamento de possíveis variações da produtividade? Então, não deixe de regar diariamente o terreno fértil das relações humanas, buscando sempre uma colheita de sucesso!

O que você achou deste texto sobre a importância do clima organizacional? Achou que as dicas são válidas para a sua empresa? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter e, dessa forma, receber as nossas atualizações na sua caixa de entrada!

Deixe um comentário