Como motivar a equipe e conseguir melhores resultados?

Alguns treinadores de futebol são reconhecidos pelos jogadores como “O Professor”. Você já ouviu isso?

Normalmente acontece porque, na condição de líder do time, cabe ao técnico motivar a equipe para que ela alcance o seu objetivo maior: a vitória em cada jogo. E o treinador sabe o quão importante é deixar seu time disposto para percorrer todo o campeonato.

A sua equipe é uma das peças-chave para o sucesso do seu negócio. O compromisso dela precisa estar em dia, pois influencia diretamente na produtividade das entregas.

A teoria do psicólogo americano Abraham Maslow comprova que cada indivíduo tem 5 níveis de necessidades que precisam ser supridas: fisiológicas, de segurança, sociais, de estima e de autorrealização.

E como fazer para não tornar o dia a dia entediante, promover um melhor clima organizacional e fazer do ambiente de trabalho um lugar agradável, com ações simples de implementar e rapidamente aplicáveis? A gente conta nestas 4 dicas!

1. Dê espaço para que seus funcionários opinem

Hoje em dia, as pessoas querem participar da construção dos processos. Foi-se o tempo em que cada um estava, mecanicamente, reproduzindo as mesmas tarefas diariamente.

Se alguém faz uma atividade com muita frequência, provavelmente tem alguma opinião sobre isso: o que não está dando certo, como melhorar ou quais ferramentas podem auxiliar.

Deixe um canal aberto com seus colaboradores para que eles percebam o quanto suas ideias e iniciativas são valorizadas. Isso vai criar uma esfera de autoconfiança em cada um, e o resultado geral será a maior motivação da equipe. Ao se sentir acreditado, o funcionário percebe que tem prestígio.

No papel de gestor, promover discussões para melhorias contínuas, dar retorno periodicamente sobre os desempenhos individuais — o bom e velho “feedback” — e mostrar-se disponível e atencioso para ouvir será fundamental para que a equipe tenha um exemplo e se inspire cada dia mais.

2. Crie metas de performance

Quem se sentiria animado a trabalhar depois de simplesmente ouvir “A meta hoje é de 50 vendas!”, ou “Precisamos guardar os produtos dos 3 caminhões que estão chegando!”?

Em uma empresa, independentemente do porte, quando o funcionário entende o motivo de fazer as atividades que tem, fica mais fácil atingir os resultados.

O papel de cada pessoa da organização é importante dentro da estratégia da empresa. Senão ela não estaria lá, concorda? Divida com eles os objetivos, estratégias e as metas a serem alcançadas. Quando se entende o “porquê” a chance de comprometimento é maior.

As metas devem ser feitas de acordo com o planejamento estratégico traçado ou, caso não tenha conseguido estabelecer um desses, das atividades a serem desempenhadas pelos funcionários.

Utilize o espaço que falamos no bloco anterior para fazer co-construção. Ao motivar a equipe dessa forma, lembre-se de que as metas precisam ser SMART: específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e temporais.

O acompanhamento e controle dos resultados precisa ser realizado. Nesse momento, mesmo se os números forem positivos, chame o time e questione se há alguma maneira de melhorar o processo.

Apesar da existência das metas, não torne o ambiente competitivo demais. A coopetição é mais benéfica e, além de motivar a equipe, ela possibilita que todos trabalhem juntos.

3. Ofereça benefícios para motivar a equipe

Geralmente, só associam a motivação das pessoas com retorno financeiro. Ele também faz parte de programas de motivação, mas não é necessariamente a única forma.

Muitas vezes, para realizar as tarefas da função, um funcionário precisa ser treinado e capacitado para fazê-lo. Olha só um benefício que pode ser oferecido!

Se o colaborador quer melhorar de cargo ou precisa se especializar no cargo que exerce, por que não garantir que ele tenha esse investimento pago pela empresa, se bater as metas?

Essa percepção de que é valorizado será benéfica tanto pessoal como profissionalmente. Lembre-se da Pirâmide de Maslow que mencionamos acima: a necessidade de estima é latente no ser humano.

Se pessoalmente seus funcionários têm interesse em outras atividades — hobbies —, a existência de parcerias pode ser a chave para beneficiá-los. Existem muitas possibilidades: academias, cursos de idiomas, serviços no lava jato ou salões de beleza e pizzarias.

Mapeie e identifique esses interesses nas conversas que tem com sua equipe. Depois, entre em contato com empresas que possam fazer a parceria com seu negócio. Mas atenção: só se comprometa com os benefícios se você realmente puder arcar com eles.

As pessoas criam expectativas e fazem planos. Valorizar seus funcionários ajuda a fidelizar cada colaborador. Não deixe a frustração com o esquecimento das entregas das recompensas servir para desanimar e não motivar a equipe.

4. Comemore cada objetivo alcançado

Cada meta batida é uma conquista. Individualmente, elas são as responsáveis pelo alcance de um objetivo maior. Por isso, reúna a equipe para celebrar cada sucesso que vocês tiverem. Pode até não ser uma meta, mas alguma situação que tenha melhorado o ambiente de trabalho de vocês.

Ao apreciar as conquistas diárias, a equipe terá ciência do quanto o papel dela é importante e do quanto você, sendo gestor e líder, está de olho nos resultados dela. Você pode utilizar de elogios públicos, desde que eles não gerem competição entre seus colaboradores, ou apreciá-los individualmente.

E, a depender da cultura organizacional, você pode motivar a equipe ao convidá-los para comemorar os resultados ainda dentro do horário de trabalho. Pode ser um café da manhã, almoço e até um happy hour antecipado. Essa integração e comemoração é vital para a melhoria no clima da empresa.

Há quem se motive com dinheiro, reconhecimento público, apertos de mãos e propostas de novos desafios. Motivar a equipe é um trabalho diário e depende muito do gestor. As pessoas desejam ser valorizadas, independente da forma. Sinta na sua equipe qual é o melhor jeito de motivá-la.

Mostre os valores pessoais e profissionais de cada um e incentive-os a melhorar cada vez mais, não só pela empresa, mas por eles mesmo. O ambiente de trabalho serve também para integrar as pessoas. Elas observam umas às outras e criam seus próprios exemplos pessoais.

Palavra convence, mas o exemplo arrasta. Invista nas pessoas para que elas se auto motivem. Cada um é a mensagem que passa e isso gera identificação. Dessa forma, trabalhando para motivar a equipe, você não vai mais ouvir as histórias de “Hoje eu coloquei meu celular na soneca por mais 10 minutos”, pois as pessoas vão querer estar na sua empresa.

Em nosso Facebook você encontra mais dicas de como se tornar um líder melhor a cada dia! Curta a nossa página e até a próxima!

 

Deixe um comentário