Descubra as 7 práticas impactantes de relacionamento com cliente

O cliente é uma das peças-chave das empresas. Muito mais do que só entregar um produto, as empresas precisam se reinventar a todo instante para mantê-lo fiel e com pedidos recorrentes de compras. Manter o relacionamento com cliente além das expectativas dele, desde que você tenha permissão, facilitará a lembrança da sua marca e custará menos do que investir em marketing para atrair novos.

Pense rápido: Qual foi a última empresa que conseguiu te encantar com alguma ação e demonstrou estar feliz em tê-lo como cliente? Agora pare um momento e reflita se você também está conseguindo reproduzir essa sensação de fascínio em seus clientes.

Para clarear as possíveis ações nas quais você deve investir esforço para fortalecer o relacionamento com cliente, separamos 7 boas práticas de simples aplicação. Lembre-se de que elas são investimentos para você colher bons frutos e fidelizar seus clientes. Continue lendo!

1. Tenha sentimento de dono 

A sensação de propriedade, de ser dono de algo, nos faz defender e maximizar nossos esforços para que o sucesso seja alcançado, não é mesmo? Para isso, é fundamental sempre trabalhar com amor e responsabilidade.

Isso fará com que a percepção do cliente também seja afetada. Você sabe o motivo? É porque ele perceberá que você tem embasamento e identificação com a empresa e o produto que está vendendo.

2. Aja com empatia: técnica do rapport

A capacidade de ser empático mostra o quanto conseguimos nos conectar emocionalmente com a outra pessoa. É preciso entender, de fato, como o cliente está se sentindo para identificar se é, ou não, o momento certo para uma abordagem. Essa estratégia te deixa à frente dos outros que só querem vender.

O rapport é uma técnica que você pode aproveitar bastante para estimular a empatia em si mesmo. A ideia é que você gere confiança na outra pessoa demonstrando o quanto compreende o estado dela em determinado momento.

Procure adaptar seu tom de voz e sua postura em momentos de relacionamento com o cliente. Há dois bons momentos para que você possa visualizar a utilização dessa técnica: pessoas conversando em fila de banco e viajantes desconhecidos que visitam os mesmos lugares.

3. Personalize cada contato

Quem não gosta de ser tratado como exclusivo? É maior o laço criado quando sabemos que alguém deu atenção aos nossos pedidos e percebeu alguma informação pessoal que passamos. Por isso há a importância de personalizar cada contato.

Uma boa forma de você colocar a técnica em prática é anotar, em detalhes, tudo o que o cliente diz para você — mesmo quando a conversa está informal.

Geralmente, nesses momentos as pessoas tendem a falar algo muito pessoal que, desde que usado sabiamente, poderá surpreendê-las. Lembre-se de que sistemas de CRM podem facilitar e automatizar o processo de relacionamento com cliente.

4. Ouça os feedbacks dos clientes

Se você quer mantê-los sempre por perto, está na hora de investir um pouco mais em ações para fidelizá-lo e aumentar o ticket médio e retorno de clientes.

Mesmo que o produto já tenha sido entregue, ligue para saber como foi a experiência de compra. Ele gostou? Há algum feedback ou sugestão de melhoria? Ter ações de pós-venda vai mostrar a ele que você não está preocupado em somente entregar o produto.

Assim, esteja preparado para os elogios, mas também para as críticas ou reclamações. Visualize nelas uma boa forma de melhorar seu atendimento e aperfeiçoar seu produto.

O cliente se sente poderoso quando vê que a empresa lhe dá ouvidos e é ele quem falará da sua empresa e do seu atendimento a outras pessoas, não é mesmo?

5. Antecipe-se: seja preventivo e preditivo

Importar-se em realmente atender às expectativas do cliente é uma obrigação, concorda? Mas é a atitude de ir além e conseguir surpreender, impressionar e criar momentos mágicos que é o que vai diferenciar sua empresa das milhares de outras que estão no mercado.

Não adianta só esperar que o cliente faça um contato solicitando algo e — muito menos — implantar apenas melhorias óbvias. Aja com antecipação para oferecer algum produto novo ou até mesmo descontos e brindes aos clientes fiéis.

Você pode até agir para ser preventivo, mas já pensou em prever o que pode acontecer e já se antecipar fazendo um contato? Funciona de forma bem simples: a partir das informações que você possui, pesquise e veja qual necessidade o seu cliente poderá possuir daqui um tempo.

A partir disso, entre em contato utilizando as informações que você tem e mostre que pensou nele. Não precisa ser para vender algo, o.k.? Sugestão ou aviso sobre datas importantes estão valendo.

6. Resolva os problemas que aparecerem

Tudo bem ter um problema. Algumas vezes, mesmo que não seja o ideal, as coisas podem fugir um pouco do seu controle. Não se desespere! Foque na solução. Depois você pode tentar entender o porquê de as falhas terem ocorrido para conseguir resolver os problemas assim que eles aparecerem.

Ser rápido é fundamental para minimizar os impactos, já que no relacionamento com cliente, a todo momento você está propenso a ser avaliado. Assim, quanto mais depressa você encontra uma solução, melhor para todos os envolvidos.

7. Esteja disponível em diferentes canais de comunicação

Não é sempre que o melhor para você é também o melhor para os outros. Logo, tente oferecer diferentes opções de canais de comunicação para que o cliente possa entrar em contato com você. Mostrar-se disponível é fundamental no processo de ouvir e atender às demandas dos clientes.

Pergunte qual é a melhor forma de entrar em contato e peça permissão para enviar mensagens, ligar em determinado horário ou passar alguma informação valiosa. Lembre-se de padronizar a linguagem e o tom de voz que você utiliza. Apesar de o contato ser em diferentes canais, a comunicação precisa ser a da empresa.

Agora é só usar essas dicas para nutrir o relacionamento com cliente e estreitar a relação. Pense sempre na entrega de valor que você está oferecendo e em como essas ações podem representar diferenciais competitivos. Os retornos serão maiores do que os seus investimentos!

O que você achou destas práticas de relacionamento com cliente? Boas? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a também dominarem o assunto!

Deixe um comentário