Saiba quais itens que não podem faltar na cesta básica da empresa

A cesta básica é um benefício concedido hoje por muitos empregadores, que encontram nela uma maneira de garantir uma alimentação balanceada aos seus funcionários. Para isso, contudo, é preciso escolher itens de cesta básica que forneçam todos os nutrientes fundamentais.

Como é a rotina de alimentação do seu colaborador? Qual é a base da alimentação da sua família? Fatores como estes podem variar entre as regiões do nosso país. O consumo de carne, por exemplo, é maior na região sul devido às baixas temperaturas. Já o consumo de farináceos é maior nas regiões Norte e Nordeste.

Apesar disso, é verdade que o brasileiro tem uma base de alimentação bastante parecida, na média. Portanto, separamos aqui os itens que não podem faltar na hora de montar a sua cesta básica. Quer saber quais são eles? Então continue lendo!

Carboidratos

Os grãos são ricos em carboidratos complexos, responsáveis por fornecer toda a energia necessária para os nossos movimentos. Eles também podem ser ricos em vitamina B, ferro e fibras.

A recomendação é que se inclua, no mínimo, uma porção de grãos por dia na alimentação. Então, é claro que esse grupo não poderia faltar na sua cesta, certo? A seguir, vamos falar um pouquinho dos principais deles.

Arroz

O arroz é, definitivamente, a base de alimentação de qualquer brasileiro. Mesmo que o feijão não esteja presente, o arroz está — e é por isso que ele é um dos itens de cesta básica mais indispensável.

Por mais que não seja tão rico em nutrientes, é mais comum incluir o arroz branco, que é mais barato e comum à maioria das pessoas.

Feijão

Não poderíamos listar o arroz e deixar o feijão de lado, não é mesmo? Para começar, ele é riquíssimo em fibras, o que significa que pode melhorar o funcionamento do intestino e reduzir a retenção do colesterol.

Ele também é fonte de ferro, zinco e magnésio, responsáveis pela reconstrução e reparação muscular, prevenção da anemia, entre muitos outros benefícios. Sem contar que é amado pelos brasileiros!

Farináceos

Apesar de não serem bem “grãos”, os farináceos são provenientes deles, por isso estão nesta lista.

Outras fontes riquíssimas de carboidrato e fibras, eles estão presentes em diversas receitas do cotidiano brasileiro, como bolos e farofas. Por isso, inclusive, que a regionalidade deve ser levada em consideração aqui — diferentes tipos de farinha são consumidos em cada cantinho do Brasil.

As mais comuns e presentes nas cestas atualmente são a farinha de trigo e a farinha de mandioca. Mas já existem empresas incluindo a farinha de arroz, que é mais saudável e não contém glúten.

Proteínas

As proteínas são responsáveis pela manutenção dos nossos órgãos e tecidos, e participam da formação de enzimas, hormônios e anticorpos. Também são as proteínas que dão uma sensação maior de saciedade, auxiliando na perda ou controle do peso.

Apesar dessa importância, elas acabam sendo negligenciadas pela maioria dos brasileiros, pois os alimentos ricos em proteínas costumam ser mais caros e perecíveis. Assim, incluí-las na cesta é importante para incentivar o seu consumo.

Vejamos, agora, alguns itens de cesta básica cheio de proteína que você pode incluir:

Leite

O leite de vaca está presente na alimentação de diferentes culturas ao redor do mundo. Além de ser rico em proteínas, ele oferece outros nutrientes — como vitaminas A e B, responsáveis pela produção de células do sangue, e o potássio, que regula as funções nervosas do organismo.

Por não ser perecível, ele é mais fácil de incluir na sua cesta. E, como os brasileiros não têm o costume de beber o leite puro, recomenda-se adicionar à cesta um achocolatado ou mesmo um pacote de café, para acompanhar.

Carnes

A inclusão de carnes de qualquer tipo é bem interessante. Muitas vezes, o brasileiro deixa de consumir esse produto por conta dos seus preços mais elevados no supermercado. O que é uma pena: ricas em proteínas, as carnes ainda trazem outros nutrientes, como ferro, zinco e vitamina B12.

Sua distribuição pode ser complicada, por ser um alimento perecível. Uma alternativa é incluir a carne seca, os embutidos e enlatados, como sardinha e atum. Atualmente, no entanto, já existem métodos logísticos para a distribuição efetiva de perecíveis, que você deve considerar na hora de montar uma cesta.

Vitaminas e minerais

Como você pôde ver, além dos macronutrientes, quase todos os alimentos já fornecem uma quantidade bacana de vitaminas e outros minerais. Mas, para uma alimentação realmente saudável e balanceada, ainda é importante a inclusão de frutas, legumes e verduras.

Por serem alimentos perecíveis, é realmente difícil transformá-los em itens de cesta básica. Alguns legumes podem ser encontrados na forma de enlatados, porém, não são tão nutritivos quanto os in natura. Então, nesse quesito, quanto mais você puder fazer, melhor. Procure parcerias com produtores da região e faça campanha para incentivar o consumo desses alimentos!

Base da cozinha

Não adianta fornecer vários alimentos balanceados se você não fornecer maneiras de prepará-los, correto? Por isso, para uma cesta básica de sucesso também é importante colocar itens como sal, açúcar, óleo e qualquer outro tempero que seja interessante.

Se você escolheu o macarrão como um de seus itens, por que não colocar também os molhos para o seu preparo? O importante é pensar em tudo o que é necessário para uma cozinha básica, porém, completa.

Besteirinhas

Se você já selecionou todos os itens para uma alimentação balanceada, poderá colocar alguns “mimos”. Sim, aquelas comidinhas que geram um prazer momentâneo e nos fazem felizes! Afinal, uma besteirinha de vez em quando não mata ninguém, não é mesmo? Algumas opções são o milho de pipoca, os biscoitos (ou bolachas?), as misturas para bolos etc.

Produtos de limpeza e higiene pessoal

Por fim, se você conseguiu montar a sua cesta com itens de todos os grupos que citamos anteriormente e ainda tem algum dinheiro sobrando no orçamento, uma ótima ideia é incluir produtos de limpeza e higiene pessoal. Afinal, o ser humano tem outras necessidades além da nutrição.

Quanto a isso, pense nos cuidados básicos que uma pessoa comum tem para escolher os produtos. Por exemplo: todo mundo escova os dentes, pelo menos, uma vez ao dia. Então, por que não colocar uma pasta dental?

Também tomamos banho, logo, pode ser útil colocar um sabonete. O mesmo pensamento se aplica aos produtos de limpeza. Opte pelos itens mais genéricos, como o detergente líquido de louças, o sabão em barra e o sabão em pó.

Bom, diante de todas estas dicas, dá pra ver que os possíveis itens de cesta básica são inúmeros. Isso pode fazer com que a sua montagem e distribuição pareçam um bicho de sete cabeças, certo? Pois é por isso que existem hoje empresas que fazem todo esse trabalho para você!

Então, agora que você já sabe quais são os itens indispensáveis, entre em contato com a gente e solicite um orçamento! Com certeza, teremos uma cesta ideal para você, com facilidade de entrega e atendimento de excelência.

Deixe um comentário