Saiba tudo sobre como escolher um presente corporativo!

Um bom presente diz muito sobre quem o oferece e denota o gosto apurado por trás daquele gesto, não pelo valor monetário contido no mimo, mas pela simbologia empregada. Por mais difícil que pareça, presentear parentes e amigos é uma tarefa que requer alguns telefonemas, ou a observação de gostos e desejos na convivência diária.

Mas, quando o assunto é presente corporativo, torna-se uma missão quase impossível encontrar algo que cause uma impressão diferenciada. Para facilitar a tarefa, este post traz dicas de como presentear no ambiente corporativo — seja funcionários, seja clientes e parceiros — de uma maneira gentil, sem ultrapassar os limites do exagero e da intimidade.

Vamos desbravar o universo do presente corporativo e conhecer as melhores estratégias para encantar o cliente, verdadeiro responsável pela existência da empresa e, portanto, merecedor de uma atenção especial. Confira agora!

Qual a importância de um presente corporativo?

Todo vínculo institucional é estabelecido por algum tipo de estreitamento das relações, que pode ser desde o meramente comercial, até afinidades descobertas na comunicação diária de trabalho ou negociação.

Com o tempo, é possível descobrir algumas preferências e isso é fundamental na hora de definir que tipo de presente oferecer. Os presentes representam a lembrança, o cuidado e a atenção dispensados, ainda que haja um interesse comercial embutido.

O presenteado não se importa de fato com isso, mas com a atitude da empresa ao recordar que sua participação efetiva impactou os resultados positivos ao longo de um período. Essa é uma recompensa que dá a qualquer um a sensação plena de dever cumprido.

A atitude de oferecer um presente dentro do ambiente corporativo gera variados resultados positivos. Conheça alguns deles:

Fideliza clientes

É inerente ao ser humano remeter qualquer serviço à pessoa que o presta, mesmo que não haja de fato uma relação. Quando as afinidades se conectam e a empresa cria a estratégia de presentear seus clientes, imediatamente ao recebimento, esse vínculo se estreita ainda mais e pode gerar uma fidelização instantânea.

Na memória do cliente, fica latente a boa ação da empresa e, a cada contato, vem à tona aquele instante vivenciado com a surpresa de um presente, causando verdadeira afeição e fidelização na hora de buscar por um produto ou serviço.

Causa uma boa impressão

Imagine aquele cliente que, independentemente do tempo de vínculo de compra, esteja fazendo aniversário e receba da sua empresa um presente com o cumprimento por mais uma passagem de ano da vida.

Certamente, surgirá primeiro a surpresa e, logo em seguida, a alegria de ser lembrado por quem menos se espera. É essa boa impressão que você e sua empresa precisam causar sem parecer algo invasivo ou forçado.

O agradecimento pela preferência acompanhado de um presente singelo, mas de bom gosto, faz com que o cliente valorize o seu negócio, podendo até mesmo fazer uma propaganda instintiva e positiva sem desejar nada em troca.

Intensifica o relacionamento com os colaboradores

Agora, imagine presentear um colaborador por um excelente serviço prestado. Claro que o bom profissional sabe que deve executar o melhor serviço possível para o qual foi contratado, mas ser surpreendido por um presente inesperado da empresa faz toda a diferença.

Dependendo do nível de importância do cumprimento de meta ou trabalho acertado, sua empresa poderá oferecer desde brindes personalizados, entradas de jogos ou shows, até viagens com direito a acompanhante.

Por vezes, o reconhecimento é melhor que o salário e fazer parte da celebração da vitória é o que muitos funcionários desejam. A empresa só tem a ganhar quando inclui os funcionários na lista de presentes para festejo da boa fase.

O funcionário se sentirá valorizado pessoal e profissionalmente, imprimindo maior dedicação em todas as atividades, certo de que, quanto mais produzir, mais contribuirá para o bom desempenho da empresa e, consequentemente, isso trará sucesso e lucro.

Potencializa o custo-benefício

Existem diversas ações para o encantamento do cliente, dos funcionários e de um parceiro, mas é necessário levar em conta o custo de outras ações, como eventos festivos, que requerem um investimento financeiro alto.

Embora um evento seja abrangente e beneficie um grande número de pessoas, o presente corporativo tem um alcance individualizado e personalizado, o que dá a quem recebe a sensação de que algo foi pensado especialmente para ele.

Quando há um levantamento antecipado do tipo de presente e da quantidade demandada, basta escolher um fornecedor que atenda a todos os requisitos de entrega e estoque, além da garantia de qualidade.

Essa é uma estratégia que permitirá um controle financeiro maior e um investimento mais baixo se comparado com um evento festivo que, muitas vezes, deixa a desejar no desenvolvimento da relação corporativa, pela dificuldade de atenção igualitária a todos os presentes.

O que levar em conta ao escolher um presente corporativo?

Um dos princípios básicos para oferecer presentes, em especial, a quem não é de grande intimidade, é o de utilidade. Procure por presentes que agregarão na vida da pessoa presenteada. Existem vários itens que um levantamento prévio e superficial pode apontar.

Respeite o orçamento da sua empresa para não comprar um presente caro demais e fora dos padrões da empresa e, caso se trate de uma data comemorativa e isso envolva muitos presentes a comprar, para não haver uma diferenciação muito grande entre presenteados equivalentes.

Cada presente deve estar de acordo com a motivação e a ocasião, para que a surpresa tenha um bom efeito. A embalagem, a forma de entrega e as palavras que acompanham cada presente precisam ser personalizadas e imparciais, sem perder o encantamento.

Para presentear corretamente, é preciso definir o objetivo corporativo desse gesto, qual é a estratégia traçada e o que se espera da ação, em conjunto com o entendimento da receptividade e do desdobramento, para que seja um bom investimento.

Tanto para a satisfação de clientes e parceiros quanto para prestigiar funcionários, a oferta do presente precisa ser motivada por algo essencialmente corporativo, sem, contudo, perder o sentimento empregado na compra.

Não pode ser uma atitude isolada e sem fundamento, caso contrário, qualquer presente, do mais barato ao mais caro, não terá o alcance, tampouco o retorno que se espera.

Quais as melhores opções de presentes corporativos?

São tantas opções de presentes — canetas personalizadas, kit churrasco, kit vinhos, nécessaire com maquiagem básica, canecas, cestas etc. — que fica mesmo difícil de escolher. Não por acaso, há uma infinidade de produtos no mercado que podem atender perfeitamente à sua demanda.

Em razão disso, trabalhe antecipadamente, pesquisando com calma sobre os presentes disponíveis e que possam ter uma boa aceitação. Os presentes corporativos exigem zelo e planejamento para não sugerir propina ou algum tipo de interesse.

As cestas personalizadas são presentes sempre acertados e que produzem um fascínio instantâneo. Se a sua empresa for presentear clientes que têm alto poder de investimento, opte pelas cestas gourmet ou premium, com produtos importados.

Quem não gostaria de ganhar uma bela cesta surpresa com itens de dar água na boca? Em cestas gourmet, produtos como castanhas, vinhos, queijos nobres, quitutes, chocolates finos, sucos naturais e cervejas compõem a gama de itens cuidadosamente harmonizados em conjunto.

Já nas cestas com produtos importados, ou seja, os presentes premium, a composição dos itens está atrelada ao que um país pode oferecer de melhor como presente, com a qualidade e requinte que seu recebedor merece. São diversas as possibilidades — chocolate suíço, vinho francês, cerveja alemã, damascos chineses, panetones recheados, um bom azeite português, azeitonas italianas selecionadas, entre outras, em uma deliciosa mistura globalizada.

Para períodos sazonais — fortalecidos no final do ano — há infinitas possibilidades de presentes e as cestas de Natal são uma ótima pedida para não cometer erros. Aqueles produtos tão tradicionais ajudam a compor a mesa para que a reunião em família seja espetacular.

Seja um cliente, um parceiro ou colaborador, quando estiver degustando qualquer produto, você e sua empresa serão lembrados com gratidão, e esse sentimento ficará marcado por muito tempo em suas mentes.

Em uma cesta natalina, não pode faltar o tradicional panetone, um bom champanhe, algumas geleias, chocolates finos e até mesmo as famosas uvas-passas, ainda que a preferência por essas últimas divida opiniões. O fato é que, dentro de uma mesma família, haverá sempre alguém encantado por algum componente.

Quando de fato oferecer um presente?

Não há um momento específico para presentear, embora as datas comemorativas ou a celebração de uma vitória corporativa sejam os maiores motivos para o ato. Sempre é tempo para criar um novo vínculo.

São várias as datas — Páscoa, Dia dos Pais, Dia das Mães, dia do profissional, aniversários, maternidade, paternidade, entre outras — e, para cada uma delas, há presentes personalizados que podem ser oferecidos e causar uma comoção positiva e inesquecível.

Opte por presentes que criem uma identificação imediata com o momento, para que, sempre que contemplados, remetam à atitude carinhosa promovida pela sua empresa e isso se transforme em uma relação de respeito mútuo e contínuo.

O presente corporativo representa o agradecimento, o cumprimento, a celebração e a recompensa, sendo cada um desses atributos direcionado a um destinatário diferente, conforme sua representatividade para a empresa.

Por exemplo, haverá um tempo de canalizar todas as ações para o cliente e torná-lo o centro dos seus resultados. Será ele o grande responsável pela produtividade e rentabilidade da sua empresa, o que merece um mimo de agradecimento.

Em outro cenário, será a vez de os funcionários receberem os créditos pelo bom desenvolvimento do negócio e, com isso, a recompensa — presentes e brindes — que pode incentivar o engajamento e aumentar a produtividade, em um processo motivacional cíclico e renovado.

Existe ainda uma terceira situação para se presentear, que é a do resgate daquele cliente que, por algum motivo, cortou o relacionamento comercial com a sua empresa. Identifique o porquê do abandono e envie um presente sugestivo com uma mensagem que deixe claro o desejo de resgatar a parceria.

Muitos clientes partem por motivos fúteis que nem mesmo a empresa sabe identificar. Será preciso, então, um trabalho de reconquista da confiança que inicia com um contato amigável e surpreendente.

Quais os principais erros na hora de dar presentes corporativos?

Como nem tudo são flores, até para oferecer presentes, é preciso ter cuidado com a escolha. Em princípio, parece que o presente é algo que vá encantar e satisfazer quem o receber.

Acontece que não é assim no ambiente corporativo e isso precisa de uma atenção especial por parte da empresa. Muitas pessoas preservam sua vida pessoal e se comportam de forma diferente no meio corporativo e, por isso, é tão importante ser imparcial em relação ao presente. Confira alguns erros comuns nesse sentido:

Não escolha por preço

Um presente de bom gosto nem sempre tem o preço mais elevado ou etiqueta de grandes marcas. Na verdade, o que determina a satisfação de quem recebe é a utilidade que o presente terá, não necessariamente condicionada ao valor monetário.

Inclusive, tenha o zelo de não oferecer um presente caro demais, seja a clientes, seja a funcionários, pois isso pode despertar um desconforto e tornar-se um inconveniente, chegando ao desejo de devolução ao emitente.

Sobretudo, dedique uma especial atenção à qualidade do presente oferecido, observando o material utilizado e o acabamento dele. Pode ser um presente de preço médio, desde que o fabricante tenha compromisso com a qualidade.

Claro que você levará em consideração o seu presenteado. Se for alguém acostumado a um estilo de vida superior, com viagens internacionais, para países com alto custo, por exemplo, não valerá a pena queimar a imagem com um presente de valor inexpressivo para esse perfil de cliente.

Não crie holofotes com o presente

Menos é mais, já diz o ditado, então, não atraia todos os holofotes para o presente que você deseja ofertar. Seja para clientes, funcionários ou parceiros, deixe que sua atitude ganhe proporções de forma natural. Quem receber o presente se encarregará de divulgar a boa ação, comentando com as outras pessoas ou postando nas redes sociais, por exemplo.

Não dê presentes que sugestionem o gosto religioso

Não cometa o erro de colocar em pauta um dos assuntos mais polêmicos entre os povos — a religião — e correr o risco de ter o gesto mal interpretado. Presentes com tendências religiosas só são ofertados se houver uma certeza de que serão bem recebidos e, ainda assim, há uma preferência muitas vezes desconhecida.

Não sugira intimidade

Presentes como sapatos, roupas, acessórios ou maquiagem de cunho muito pessoal não devem ser escolhidos como um presente corporativo. Eles sugerem uma intimidade muitas vezes não concedida e podem causar constrangimento quando recebidos.

As relações corporativas têm um limite e isso precisa ser respeitado. São geralmente estabelecidas por alguma afinidade, mas o foco sempre será o trabalho ou o negócio. É fundamental que não ocorra uma suposição de que já se é íntimo só pelo fato de torcer pelo mesmo time ou frequentar os mesmos lugares.

Não destaque demasiadamente a sua empresa

Se decidir personalizar o seu presente com a marca da empresa, tenha modéstia e comedimento. Nada de exageros ou autopromoção. As pessoas não gostam de ser induzidas a comprar algo, portanto, seja sutil e envie junto com o presente uma mensagem subliminar, direcionando para sua marca.

Um bom exemplo é oferecer kits de caneta e lapiseira, com o logo da empresa impresso em marca d’água para fortalecer a memória do seu cliente todas as vezes que precisar assinar um contrato ou um documento corporativo.

Não ofereça o que está na moda

Um dos grandes erros ao comprar um presente é optar pelo que está na moda, nas propagandas de televisão ou no que promovem os artistas. Nem sempre o que agrada a um agrada a todos, e sua empresa correrá o risco de não ser autêntica.

Dê preferência a presentes discretos, úteis e até mesmo com pouca divulgação, causando no presenteado um efeito personalizado e a sensação de que houve uma busca apurada para encontrar um presente com “a sua cara”.

Não cometa excessos

Se, dentro da sua estratégia de agradecimento e lembrança, está o ato de presentear, entenda que essa é uma boa tática, mas que não pode ser excessiva, ou parecerá claramente uma tentativa de convencimento de algo que ficará como um ponto de interrogação na mente do recebedor.

Essa dúvida pode não ser benéfica para a sua empresa. Se for o cliente, ele se perguntará por que, a todo o momento, sua empresa deseja presenteá-lo e, desconfiado, poderá buscar um fornecedor que não o bajule tanto.

O seu funcionário também pode suspeitar de sua boa intenção, caso seja elogiado em demasia e presenteado com frequência, sabendo que está à disposição da empresa para executar o serviço para o qual foi contratado.

Com quem contar para a compra de um presente corporativo?

Você pode escolher um presente corporativo de várias maneiras, pois o que não falta no mercado são ofertas de bons presentes, com preços sedutores. O importante é levar em consideração o poder de negociação quantitativo, o prazo de entrega e a garantia do produto em estoque.

Os primeiros passos são definir a quem presentear e fazer isso de acordo com o orçamento destinado para as compras. Essas definições determinam a quantidade e o tipo de presente a comprar. Veja algumas maneiras de efetuar suas compras:

Ir às lojas

Depois das definições prévias, você certamente fará uma consulta de onde encontrar os potenciais presentes e poderá optar por comprar pessoalmente. Para isso, saiba que nem sempre encontrará todos os presentes em um mesmo lugar, gastando tempo e dinheiro com deslocamento.

Além de dispensar um tempo grande para fazer compras nas lojas físicas, essa talvez não seja sua melhor escolha, pois os valores nas lojas nem sempre são mais atraentes devido aos custos que são repassados ao comprador final — estoque, comissão, manutenção do espaço e funcionários.

Comprar em sites diversos

O e-commerce é uma tendência da atualidade e tem suas vantagens — preços mais atraentes, diversidade de escolha e produtos, facilidade de compra sem sair do lugar —, mas pode esbarrar no prazo de entrega em tempo hábil e no transtorno gerado em caso de necessidade de troca.

O fato de não tocar o produto ou não ter acesso a amostras impede de saber se o que está demonstrado na foto do site é, de fato, o que se espera do presente e se tem a qualidade necessária.

Terceirizar o serviço

Existem empresas especializadas no fornecimento de brindes e presentes, e essa pode ser uma excelente estratégia de compras para sua empresa. É que essas organizações trabalham com produtos diferenciados e personalização conforme a sua demanda e necessidade.

Outra vantagem de contar com um parceiro é saber que os presentes serão entregues na data e horário estabelecidos, com a garantia de que os produtos entregues serão fiéis ao solicitado.

O preço e a comodidade de não precisar se deslocar para efetuar a compra é mais um benefício de terceirizar o serviço. Inclusive, as empresas que atendem especificamente a esse nicho têm maior poder de negociação quantitativa, que minimiza o custo a ser repassado para o cliente.

No caso de empresas que fornecem cestas de presentes, os produtos gourmet e premium pertencem a diversos fornecedores, vindos de todas as partes do país e do exterior, e essa importação muitas vezes burocrática não será percebida por você, pois o presente será entregue já embalado conforme seu desejo.

Se sua opção for a de lançar mão de uma empresa terceirizada, escolha uma de tradição no mercado, busque informações sobre seus atendimentos e solicite um atendimento personalizado e com demonstração de produtos. Essa segurança será fundamental na hora de fazer uma grande aquisição.

Você já sabe que presentear é simples, mas não corporativamente, e que precisa ter cautela para oferecer presentes sem que isso pareça uma tentativa de compra da preferência. Busque alternativas sutis, eleja as datas sazonais e os momentos de celebração como ideais para suas investidas, sem que isso afete o relacionamento construído. Acima de tudo, opte por presentes de gosto quase universal e impossível de rejeição.

E, caso não deseje esperar por uma ocasião específica, não há nenhum problema, desde que se tenha alguma motivação para presentear. A surpresa terá valor agregado se vier acompanhada de um consequente relacionamento bilateral.

Você gostou deste texto sobre como escolher um presente corporativo? Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Dessa forma você vai receber as nossas atualizações na sua caixa de entrada e ficar por dentro de várias dicas de presentes e brindes!

Deixe um comentário